Rua Soldado Américo Rodrigues, 118 - São Paulo-SP 11 99480-2821 11 2954-3629 11 4380-1780

Qual a importância das lixeiras para a coleta de lixo seletiva e como fazê-la adequadamente?

Gostou? compartilhe!

Qual a importância das lixeiras para a coleta de lixo seletiva e como fazê-la adequadamente?

A coleta de lixo seletiva é uma realidade no país e em todo o mundo, mas infelizmente ainda há muito o que fazer para tornar o planeta mais sustentável.

A reciclagem já é uma realidade no país como forma de combater a poluição ambiental.

Qual a importância das lixeiras para a coleta de lixo seletiva e como fazê-la adequadamente?O lixo, muitas vezes, não é descartado no local apropriado, contaminando o solo, prejudicando a saúde pública e gerando um grande impacto ambiental. A falta de conscientização e de informação leva as pessoas a não separar o lixo orgânico dos materiais tóxicos, como lâmpadas fluorescentes e lixos hospitalares, por exemplo.

Se você que está procurando saber mais sobre coleta de lixo seletiva, este artigo poderá sanar as suas dúvidas sobre a importância de separar o lixo e, assim, contribuir para a sustentabilidade no mundo.

O que é coleta de lixo seletiva?

Coleta seletiva é a separação adequada do lixo em relação ao seu tipo e composição.

Materiais como plásticos e vidros, por exemplo, são separadas do lixo orgânico (restos de comida e resíduos de jardim, como folhas de árvores) a fim de não contaminar o que pode ser reciclado.

Qual a importância das lixeiras para uma coleta seletiva de lixo?

Para una reciclagem eficiente é necessário que também haja uma correta separação de resíduos. Por isso, desenvolveu-se o método de lixeiras de diferentes cores, cada uma para um tipo de resíduos, a fim de ajudar as pessoas a identificar e separar corretamente o seu lixo.

As coletas de lixo seletiva podem ser feitas por meio de lixeiras coloridas, que identificam o tipo de material a ser descartado.

Plásticos, papéis, metais e vidros são materiais reutilizados por empresas na fabricação de outros produtos ou de matéria-prima. A coleta seletiva gera renda, economia para empresas, reduz a poluição ao meio ambiente e acelera o desenvolvimento sustentável do planeta.

As lixeiras para a coleta seletiva não fazem parte apenas do cenário de empresas, escolas e locais públicos; elas também podem estar presentes na sua casa e ajudá-lo a contribuir com a redução, reaproveitamento e reciclagem do lixo.

O lixo em decomposição produz gases tóxicos e contamina não só o solo como também o ar e a água. Você sabe como separar o seu lixo?

Como fazer uma coleta seletiva adequada?

Para ajudar a população a separar o lixo corretamente e a construir um mundo melhor, cada lixeira tem uma cor que identifica o tipo de resíduo que deverá receber. São eles:

Verde (vidro)

  • Potes;
  • Garrafas;
  • Frascos de produtos alimentícios.

DESCONSIDERAR:

  • Espelhos;
  • Lâmpadas;
  • Cerâmicas, pirex, porcelana;
  • Cristais.

Vermelho (plástico)

  • Tampas;
  • Embalagens de higiene e limpeza;
  • Garrafas PET e de plásticos;
  • Tubos vazios de creme dental;
  • Discos de CD ou DVD;
  • Utensílios como: escova de dentes, canetas etc.

DESCONSIDERAR:

  • Adesivos;
  • Embalagens metalizadas como biscoitos, balas e similares;
  • Fraldas descartáveis.

Amarelo (metal)

  • Papel alumínio limpo;
  • Talheres de aço;
  • Latas;
  • Fios;
  • Panelas;
  • Pregos, parafusos e similares;
  • Geladeiras.

DESCONSIDERAR:

  • Grampos;
  • Latas de tinta;
  • Esponjas de aço;
  • Clipes de papel;
  • Embalagens de aerossóis.

Azul: papel e papelão

  • Cartões;
  • Cartolinas;
  • Cadernos;
  • Envelopes;
  • Jornais e revistas;
  • Papéis impressos.

DESCONSIDERAR:

  • Papel higiênico;
  • Etiquetas e fitas adesivas;
  • Fotos e papéis fotográficos;
  • Extratos bancários;
  • Guardanapos e lenços sujos;
  • Papel engordurado ou contaminado;
  • Revestidos com parafina, cera ou silicone;
  • Papel vegetal, celofane e carbono.

Preto (madeira)

  • Pallets;
  • Caixotes;
  • Galhos de árvores e restos de tronco;
  • Restos de madeira (pintadas ou envernizadas).

Laranja (resíduos perigosos)

  • Pilhas;
  • Baterias.

Branco: resíduos ambulatoriais

  • Resíduos ambulatoriais e de serviços de saúde.

Marrom: lixo orgânico

  • Restos de comida;
  • Cascas de frutas;
  • Outros resíduos orgânicos.

Roxo: resíduos radioativos

  • Seringa;
  • Papel absorvente;
  • Líquidos derramados como urina e fezes;
  • Frascos vazios ou não de substâncias químicas;
  • Qualquer resíduo químico proveniente de análises clínicas.

Cinza: lixo contaminado, não reciclável

  • Papel higiênico;
  • Papel carbono;
  • Fraldas descartáveis;
  • Embalagens de plástico metalizadas;
  • Espelhos;
  • Latas de tinta;
  • Cerâmicas;
  • Caixas de leite (apesar de recicláveis, o custo é inviável);
  • Embalagens de aerossóis;
  • Esponjas de aço.

Apesar do número de lixeiras, é mais comum encontrá-las nas cores verde, vermelho, amarelo e azul. Algumas empresas adotam um sistema de separação de resíduos em três tipos: resíduos orgânicos, recicláveis secos e rejeitos.

  • Resíduos orgânicos

Restos de comida, folhas secas e podas de árvores se encaixam nesta categoria.

  • Recicláveis secos

Todos os tipos de produtos que podem ser reciclados, como papéis, vidros, metais, papelão e plásticos. Ou seja, na falta de lixeiras coloridas, as empresas podem adotar este método, mas evitando misturar com lixo orgânico. Isto também pode valer para as residências.

  • Rejeitos

E por fim, os rejeitos são os não recicláveis já mencionados neste artigo. Fraldas, cotonetes, papel absorvente e qualquer lixo que seja, principalmente, de banheiros.

Uma boa observação é que não é necessário lavar as embalagens recicláveis que contenham resíduos alimentícios. Além de desperdiçar água, esse processo já é feito durante o processo de reciclagem.

As medidas para um planeta mais sustentável são possíveis com a colaboração de todos. Economizar energia e água, reaproveitar cascas de legumes e frutas, escolher produtos com embalagens retornáveis, usar produtos biodegradáveis, além da correta separação do lixo são algumas das medidas que todos nós podemos adotar.

Este conteúdo sobre coleta de lixo seletiva foi útil para você? Então não deixe de conferir outros artigos sobre o tema e comece hoje mesmo a diminuir a poluição na natureza e causar menos impacto na saúde de todos.



Publicado em: 17/05/2018

Gostou? compartilhe!