Rua Soldado Américo Rodrigues, 118 - São Paulo-SP 11 99480-2821 11 2954-3629 11 4380-1780

Armazenagem e estocagem em que se diferem?

Gostou? compartilhe!

Armazenagem e estocagem em que se diferem?

O que é armazenagem?

O termo armazenagem é dado à guarda de produtos já prontos para o consumo. Essa atividade ligada à logística é fundamental em qualquer processo que envolva uma rede de suprimentos.

Para facilitar a distribuição de produtos, em geral, são utilizados armazéns. Além disso, com o objetivo de atender todas as diversas demandas do mercado, é necessário que haja uma maior velocidade e flexibilidade em cada operação.

Durante todo o processo de separação dos produtos até a fase de atendimento ao consumidor final, existe um procedimento padrão que permite todos os produtos serem guardados durante um determinado tempo.

Nesse processo, há um fluxo de mercadorias, como acontece durante os procedimentos logísticos de transferência de produtos, distribuições, comércios varejistas ou atacadistas.

O controle de armazenagem de produtos e mercadorias é bastante complexo e delicado, pois exige que haja a elaboração de inventários e controle de custos, sendo estes diretamente relacionados ao processo de armazenamento.

Isso acontece devido ao estoque de uma empresa ser formado e mantido em função das necessidades do mercado consumidor. Por conta disso, ele acaba sempre sofrendo mudanças de investimentos, seja em tipos de itens ou em quantidade.

Logo, quanto maior a necessidade de aplicações nesses estoques, mais recursos a empresa precisa possuir. Tal procedimento pode ser facilmente definido como capital de giro.

Portanto, para que haja um sistema funcional de armazenagem em uma organização, é necessário que exista um protocolo muito bem estruturado, que exija a utilização de pessoas com conhecimento específico sobre controle, transporte e movimentação.

O que é estocagem?

O conceito de estocagem é atribuído à guarda de matérias-primas. Todavia, no que se refere à questão de estoque, sua definição se torna um pouco mais vasta.

De certa forma, estoque pode ser definido como sendo o conjunto de produtos semiacabados, matérias-primas e mercadorias já prontas para distribuição e consumo.

O termo estocagem geralmente é usado para descrever o armazenamento de produtos já finalizados e destinados à locação estática, isto é, o aglomerado de produtos que já está pronto para uso.

Porém, tal definição pode ser utilizada quando esses produtos estão sendo mantidos em dado local por um determinado período de tempo, que pode variar entre médio e longo e, em seguida, podem ser movidos e utilizados.

Com o processo de estocagem, a empresa tem a facilidade de acelerar a produção com a determinação de um local específico para o encontro de qualquer item. Isso pode ser feito, por exemplo, com a redução de custos, a fim de tornar os processos fabris mais eficientes.

Qual a diferença entre esses conceitos?

Funcionamento de um sistema de armazenagem.

Esses conceitos são facilmente confundidos, inclusive por empreendedores experientes, mesmo que ambos tenham características individuais e únicas. Por conta disso, faz-se necessário caracterizar os dois conceitos separadamente para que não haja dúvidas sobre suas peculiaridades.

Sendo assim, a armazenagem quase sempre é relacionada à proteção e conservação de muitos estoques de uma empresa. Dessa forma, é de suma importância que exista de uma estrutura física apropriada para tal, que pode ser no formato de um armazém ou de um depósito.

A armazenagem pode ser caracterizada pela:

  • Distribuição dos produtos por um período mais curto de tempo;
  • Maior dinamismo (custos, movimentação e transporte);
  • Forte relação com ciclos operacionais, almoxarifados e centros de distribuição;
  • Definição direta que tem relação com a estrutura física, ou seja, o armazém.

Estocagem pode der definida por ter:

  • Menor dinamismo;
  • Distribuição dos produtos por um período mais longo de tempo;
  • Relação com fluxo de caixa, estratégias de venda e marketing, fornecedores;
  • Definição indireta, com relação principalmente aos itens que são depositados dentro do armazém.

Então, ambos os conceitos devem ser postos em prática em locais adequados e muito bem-dispostos para a função, onde serão capazes de garantir a segurança dos produtos e atrasar qualquer desgaste físico. Isso poderá ser feito tanto dentro da própria empresa quanto em locais externos especializados em armazenamento.

Por fim, para que não haja dúvidas entre as definições de estocagem e armazenagem, torna-se necessário compreender que um armazém é a estrutura de um depósito, ao passo que o estoque abrange os itens guardados dentro dele.

Por que armazenagem exige um maior cuidado?

O conceito de armazenagem envolve um maior dinamismo com controle, cálculos, movimentação e transporte de inventários. Além de exigir a existência de um pessoal especializado para tal e uma estrutura física apropriada.

Devido a seu dinamismo, o sistema de armazenagem tem extrema importância para todo tipo de negócio físico, sendo responsável por comandar todos os tipos de processo, sendo estes:

  • Entrega de pedidos e registro dessas operações;
  • Arranjo de forma correta, quando solicitado, para distribuição ou entrega ao sistema logístico;
  • Remoção e entrega de itens para solicitação de pedidos;
  • Estocagem conforme a colocação de itens em seus respectivos lugares;
  • Recebimento, identificação, conferência e separação de itens, além de seus respectivos destinatários para estocagem.

Dessa forma, a armazenagem recebe uma atenção maior do que a estocagem, já que ela garante uma maior produtividade para a empresa, promovendo, assim, a diminuição de custos por meio do controle preciso de estoques. Além disso, ela garante um aumento na velocidade da produção ou distribuição de produtos.

Esse sistema também garante a otimização do espaço e o bom emprego da mão de obra especializada. Ele também visa o bom uso de equipamentos e de energia, além do aumento da rotatividade de itens, controle de perda e solicitações mais rápidas às inúmeras necessidades de uma empresa.

A armazenagem promove a separação dos lotes pequenos dos maiores. Isso acaba trazendo inúmeras vantagens para a empresa, como a utilização de espaço, o uso de mão de obra e de equipamentos, uma maior rotatividade dos estoques, o acesso e proteção de itens, o controle de perdas e uma maior produtividade.

Você já conhecia as diferenças entre armazenagem e estocagem? Tem alguma dúvida ou gostaria de saber mais sobre o assunto? Deixe seu comentário abaixo e continue acompanhando nossas publicações.



Publicado em: 17/05/2018

Gostou? compartilhe!